PLANTAÇÕES DE ABRIL

Eis que os dias crescem, a temperatura aumenta e o ar livre torna-se ainda mais apetecível.

É uma boa altura para dar a limpeza e remodelação necessária à horta e ao jardim das aromáticas. Partindo do principio que as geadas tardias não vão aparecer e as oscilações térmicas não serão muito significativas, arrancam as plantações.

A juntar ao que já “colocamos” em março, reforçamos alface e o tomate com as ervilheiras e as favas, e no que diz respeito ás aromáticas, os orégãos, os coentros e o limonete podem ser colocados à terra. Os morangos começam a dar um ar da sua graça e registam-se os primeiros frutos.

Também mais ativos apresentam-se as lesmas e caracóis, sempre prontos para dar “dentada” nos primeiros rebentos, nada como aplicar armadilhas atrativas que podem passar por recipientes semi enterrados e devidamente protegidos com cerveja no interior.
Estas armadilhas poderão ser facilmente realizadas com uma garrafa plástica cortada e colocada na horizontal, ou mesmo um frasco vidro.

Quanto aos morangos, os melros são apreciadores vorazes, aí poderemos usar os “espanta pássaros”, com as placas de alumínio e os CD`s sem utilização, ou em ´´ultimo caso a cobertura com uma rede anti pássaro.

O prazer de colher alimentos nossos, frescos e saudáveis vai por certo compensar estas naturais adversidades.
Aproveitem a terra…

CRIAÇÃO DE HORTAS
CRIAÇÃO DE HORTAS

Entramos em março e por norma, estamos na presença da Primavera, e de todas razões e motivações para mexer na terra.

FLORESTA- LIMPEZA DE TERRENOS PARTICULARES
FLORESTA- LIMPEZA DE TERRENOS PARTICULARES

O ano de 2017, foi relativamente à nossa floresta, um ano traumático. Ninguém ficou indiferente ás tragédias ocorridas, em grande parte fruto da nossa má gestão da floresta e inercia das autoridades competentes.

RELVADOS – SISTEMA DE REGA NO INVERNO
RELVADOS – SISTEMA DE REGA NO INVERNO

As temperaturas baixas estão aí e as plantas recorrem aos seus sistemas de sobrevivência e proteção, entrando a maioria em processos de menor desenvolvimento vegetativo preparando-se para as próximas etapas que aí vem.

AS ÁRVORES E A CIDADE
AS ÁRVORES E A CIDADE

A relação das cidades com as árvores, pauta-se por constantes conflitos “amor / ódio”, incongruências e claras faltas de informação.

FOLHAS FORA DE ÉPOCA
FOLHAS FORA DE ÉPOCA

A Magnolia soulangeana que já começa a iniciar a sua floração, mantendo ainda grande parte das folhas, o Liquidamber que teima em manter a folha em tons vermelhos, a Bouganvillea que contínua a florir e as pragas de alguns insetos que teimam em perdurar causando prejuízos extras.
Todos estes sinais, obrigam-nos a assumir que nada será como antes.

PLANTAS DE ÉPOCA – VIOLA TRICOLOR
PLANTAS DE ÉPOCA – VIOLA TRICOLOR

Por detrás da sua aparente fragilidade, a Viola tricolor, conhecida como “amor perfeito”, apresenta-se como uma solução para maciços, floreiras e canteiros, pela sua intensa floração, cores que variam entre o azul, amarelo, roxo e branco, e grande resistência à geada.